Por dentro do EGOutubro Rosa 2017

Voltar

Por Rafael Teodoro e Nicole Defillo

  O câncer de mama é, infelizmente, uma das doenças mais comuns no mundo, registrando, apenas no Brasil, uma média de 2 milhões de casos por ano. Os sintomas do câncer de mama podem ser detectados como nódulos nos seios, secreção de sangue pelos mamilos e alterações no formato ou textura do mamilo ou do seio. A doença afeta mulheres e, raramente, homens.

   Hoje, alguns fatores são os mais recorrentes entre as mulheres que desenvolvem o câncer de mama: idade, histórico familiar, etnia, altura, obesidade, pílula anticoncepcional, trabalho excessivo, álcool e o tabagismo. 90% dos casos desse tipo de câncer, foram causados pelo consumo de algum produto que contém o tabaco, além disso, beber e fumar aumenta o risco do desenvolvimento da doença. 

  A partir da década de 90, um movimento foi criado como forma de combater a doença. Conhecido como Outubro Rosa, o movimento mundial visa à conscientização sobre os riscos do câncer de mama e a necessidade da prevenção. Para isso mobiliza cidades, estados e países ao redor do globo através de diferentes ações e atividades voltadas, principalmente, para o público feminino.

   

Surgimento

  Durante a década de 90, diversas ações isoladas eram realizadas em diferentes estados e cidades dos Estados Unidos, durante o mês de outubro, com o objetivo de conscientizar a população norte-americana sobre os riscos do câncer de mama e a necessidade de realização do autoexame e da mamografia. Posteriormente, com a aprovação do Congresso Americano, o mês de outubro tornou-se o mês nacional de prevenção do câncer de mama. O nome do movimento remete à cor do laço rosa, lançado e distribuído durante a primeira Corrida pela Cura realizada em Nova York, em 1990, que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama. 

Outubro Rosa no Brasil

  No país tupiniquim, a primeira ação, realizada em 2002, foi a iluminação do monumento Mausoléu do Soldado Constitucionalista, comumente conhecido como Obelisco do Ibirapuera e localizado na cidade de São Paulo, com a cor rosa. A iniciativa partiu de um grupo de mulheres simpatizantes da luta contra a doença, em alusão ao Outubro Rosa.

  Mas, somente em 2008, o movimento conseguiu a adesão de outras cidades como Santos - SP, Porto Alegre - RS, Brasília - DF, Salvador - BA, Teresina - PI, Poços de Caldas - MG e Rio de Janeiro - RJ, esta última iluminando o monumento brasileiro mais conhecido no mundo, o Cristo Redentor.

Outubro Rosa no EG

  Desde 2014, o Colégio Eduardo Gomes participa do Outubro Rosa a fim de conscientizar alunos, funcionários, pais e responsáveis para a luta contra a doença que, se não for detectada precocemente e tratada de forma adequada, pode tirar a vida de muitas pessoas.

  Em 2016, distribuímos faixas cor de rosa para alunos e funcionários, a fim de que fossem utilizadas no dia 28 de outubro, unindo-se todos em prol dessa luta. A recepção foi fantástica, e o resultado pode ser conferido nas fotos abaixo. Agradecemos a todos aqueles que participaram desse movimento, que luta pela vida.

Já neste ano, o Colégio Eduardo Gomes convida todos os funcionários e alunos a vestirem rosa no dia 27 de outubro, sexta-feira, como forma de conscientização da importância dessa luta que ajuda a salvar milhares de vidas todo ano. Vamos juntos colorir o EG!




Endereço

Rua Major Carlo Del Prete, 1120
São Caetano do Sul - SP

Telefone

(11) 4229-2919
Segunda a Sexta, das 8h às 18h
Copyright© - Colégio Eduardo Gomes
Agência WebSide