Datas EspeciaisRoxo e laranja colorindo fevereiro

Voltar

Por Marcella Guizelini 

Em fevereiro, duas campanhas objetivam conscientizar a sociedade sobre doenças: a Fevereiro Roxo e a Fevereiro Laranja. A campanha que traz a cor roxa tem o objetivo de conscientizar sobre o mal de Alzheimer, a fibromialgia e o lúpus, que ainda não têm cura. Já a que traz a cor laranja, busca conscientizar sobre a leucemia.

O mal de Alzheimer é uma doença que provoca danos às funções cerebrais, como perda da memória, da linguagem e da habilidade de cuidar de si próprio. Essa doença não tem uma causa específica, geralmente há uma predisposição genética. Pode ser diagnosticada a partir de exames do tecido cerebral. Alguns sintomas são: alteração na memória e na personalidade, dificuldade para falar, realizar tarefas simples e comer. O tratamento é feito com medicamentos que controlam e retardam os danos ao cérebro.

A fibromialgia, uma dor crônica que atinge diversas partes do corpo, principalmente os tendões e as articulações, está relacionada também ao sistema nervoso e atinge, na maioria dos casos, a população feminina entre 35 e 50 anos, podendo atingir crianças, adolescentes, homens e idosos. Essa doença também não possui uma causa específica, sabe-se somente que os portadores possuem níveis baixos de serotonina e que desequilíbrios hormonais, tensão e estresse podem ter relação com seu aparecimento. Seus sintomas são: dor generalizada, fadiga, falta de disposição, distúrbios emocionais e psicológicos etc. A partir do diagnóstico médico, o tratamento consiste no uso de analgésicos e anti-inflamatórios, atividades físicas regulares, massagens, acupuntura.

O lúpus, uma doença inflamatória autoimune, afeta diversos órgãos e tecidos, como a pele, as articulações, os rins e o cérebro. Não tendo uma causa específica, o lúpus pode ser de quatro tipos diferentes: o lúpus discoide, o lúpus sistêmico, o lúpus induzido por drogas e o lúpus neonatal. Seus sintomas são: fadiga, febre, dor nas articulações, rigidez muscular etc. Após o diagnóstico, feito através de exame físico, hemograma, radiografia e outros, o tratamento é paliativo e objetiva controlar os sintomas para que o portador tenha qualidade de vida.

Já a leucemia, um nome que define um conjunto de cânceres que atingem os glóbulos brancos do sangue, compromete o sistema de defesa do organismo, é causada pela proliferação descontrolada de células e, dependendo de seu tipo, pode ou não apresentar sintomas. Para ser diagnosticada, o exame mais indicado é o hemograma e a biópsia da medula óssea. O tratamento consiste em quimioterapia, imunoterapia, radioterapia, transplante de medula óssea.

É necessário ficar atento para que o diagnóstico seja feito o mais cedo possível, a fim de proporcionar qualidade de vida ao portador.




Endereço

Rua Major Carlo Del Prete, 1120
São Caetano do Sul - SP

Telefone

(11) 4229-2919
Segunda a Sexta, das 8h às 18h
Copyright© - Colégio Eduardo Gomes
Agência WebSide