Comunicado 87/18 - Gripe H1N1

Voltar



Senhores Pais ou responsável

 

Nesta época do ano, aumenta a incidência dos casos de gripe H1N1. Solicitamos, portanto, que fiquem atentos aos sintomas dessa doença.

A gripe H1N1, ou influenza A, é provocada pelo vírus H1N1, um subtipo do influenzavírus do tipo A. 

O período de incubação varia de 3 a 5 dias. A transmissão pode ocorrer antes de aparecerem os sintomas. Ela se dá pelo contato direto com os animais ou com objetos contaminados e de pessoa para pessoa, por via aérea, ou por meio de partículas de saliva e de secreções das vias respiratórias. Experiências recentes indicam que esse vírus não é tão agressivo quanto se imaginava.

 

Sintomas 

Os sintomas da gripe H1N1 são semelhantes aos causados pelos vírus de outras gripes. No entanto, requer cuidados especiais a pessoa que apresentar febre alta, acima de 38°, 39°, de início repentino, dor muscular, de cabeça, de garganta e nas articulações, irritação nos olhos, tosse, coriza, cansaço e inapetência. Em alguns casos, também podem ocorrer vômitos e diarreia.

 

Transmissão

A transmissão ocorre pelo contato com secreções das vias respiratórias, eliminadas pela pessoa gripada, ao falar, tossir ou espirrar. Também por meio das mãos e objetos contaminados, quando entram em contato com mucosas da boca, dos olhos e do nariz. O Ministério da Saúde orienta a adoção de cuidados simples de prevenção, como lavar as mãos várias vezes ao dia, cobrir o nariz e a boca, ao tossir e espirrar, evitar tocar o rosto e não compartilhar objetos de uso pessoal.

 

Tratamento

É de extrema importância evitar a automedicação. O uso dos remédios deve seguir orientação médica.

 

Recomendações

Para proteger-se contra a infecção ou evitar a transmissão do vírus, o Center Deseases Control(CDC) recomenda:

*        lavar frequentemente as mãos, com bastante água e sabão, ou desinfetá-las com produtos à base de álcool;

*        jogar fora os lenços descartáveis usados para cobrir a boca e o nariz, ao tossir ou espirrar;

*        evitar aglomerações e contato com pessoas doentes;

*        não levar as mãos aos olhos, boca ou nariz depois de ter tocado em objetos de uso coletivo;

*        não compartilhar copos, talheres ou objetos de uso pessoal;

*        suspender, na medida do possível, as viagens para os lugares onde haja casos da doença;

*        procurar assistência médica, se o doente pertence a um grupo de risco, e se surgirem sintomas que possam ser confundidos com os da infecção pelo vírus H1N1 da influenza tipo A. Nos outros casos, permanecer em repouso e tomar bastante líquido para garantir a boa hidratação.

 

Quanto à vacinação, recomendamos que procurem o médico de sua confiança, que poderá indicar uma clínica ou posto de saúde.

                                                                                                                             

Disponível em: https://drauziovarella.com.br/doencas-e-sintomas/gripe-h1n1/         

 

Salientamos a IMPORTÂNCIA de que o Colégio seja notificado, o mais rapidamente possível, inclusive com o envio de laudo médico, se ocorrer a confirmação de algum caso da doença, para que possamos tomar medidas internas e informar às famílias. 

                                                                                                             

Atenciosamente

A Direção




Endereço

Rua Major Carlo Del Prete, 1120
São Caetano do Sul - SP

Telefone

(11) 4229-2919
Segunda a Sexta, das 8h às 18h
Copyright© - Colégio Eduardo Gomes
Agência WebSide